Black Friday:  O que fazer com as suas campanhas nesse período?

Estamos chegando à tão aguardada Black Friday e apesar de algumas dúvidas pairarem no ar, sabemos de uma coisa: as vendas irão aumentar!

No entanto, não vamos explorar por aqui, todas as controvérsias atuais em torno do nome comercial desta data.

Hoje, focaremos em falar sobre melhorias e ajustes nas campanhas online, tendo como objetivo, exceder as suas expectativas de vendas.

Afinal, não é porque as vendas crescem organicamente nesse período, que você pode simplesmente largar as rédeas do sucesso das suas vendas nas mãos da sorte.

Existem parâmetros dos quais você pode se balizar para melhorar a estratégia de promoção dos seus produtos, e os especialistas em campanhas da Wisely resolveram dar uma mãozinha para você, listando alguns deles por aqui. Confere aí!

 

Quando começar minha campanha para a Black Friday?

A sugestão é que você deve antecipar o período de divulgação da sua loja, com o objetivo de evitar momentos de alta concorrência dos leilões por audiências em campanhas. Assim, você estará otimizando o investimento de forma planejada, desde o início da sua ação.

 

Quanto de orçamento devo destinar?

Você deve considerar o alcance de um grande volume de pessoas. A sua base de usuários, por exemplo, é um ótimo ponto a se considerar, principalmente utilizando remarketing para impactá-la. 

Para novos usuários, o ideal é que você trace estratégias para atingir este novo público de duas a três vezes mais do que já faz habitualmente.

Outro ponto a ser levado em conta aqui, é a divisão de orçamento entre as fases de awareness e remarketing de sua audiência. 

O indicado é que você destine 60% da sua verba para a fase de awareness e 40% no remarketing. Entretanto, se o seu público para remarketing for pequeno, é interessante prestar atenção para diminuir essa porcentagem a fim de não ‘estressar’ esta audiência com uma frequência muito alta à toa.

 

Quais são os tipos de campanha indicados a se fazer?

É importante atentar-se ao seu cenário e não deixar nenhum tipo de ponta solta na sua estratégia. Portanto, as campanhas de topo de funil, com busca pelo nome do produto, associado a termos como “Black  Friday”, “desconto” e “promoção” são bastante relevantes neste momento.

Outra estratégia inteligente, é elaborar campanhas que se tornem do conhecimento dos públicos quente e frio. Por essa razão, preocupe-se em usar e abusar do remarketing para que as diferentes audiências se lembrem do que está acontecendo a cada momento da ação.

 

Existe fórmula mágica para os criativos?

Os conteúdos e argumentos presentes nos seus criativos devem ser bem estruturados, trazendo clareza à mensagem que você deseja transmitir. Aqui, não é o momento de trazer dúvida ao seu público.

A objetividade também é recomendada para elaborar a sua mensagem. Uma boa referência, é entender o histórico do que já foi publicado em suas campanhas anteriores e obteve um bom retorno, para que sirvam de parâmetro nas novas criações.

Informações adicionais e diferenciais podem ajudar no processo de decisão de compra do seu cliente potencial, por exemplo: “Pré-venda da nova coleção” ou “Estampas exclusivas”.

 

Preciso segmentar minhas campanhas?

Precisa! Não é interessante “gastar munição” sem tomar cuidado com a sua mira, certo?

Suas segmentações regionais para campanhas precisam estar muito bem alinhadas com as suas ofertas. “Prometa” o que vai entregar com excelência. Lembre-se que o volume de pedidos vai aumentar consideravelmente, então você deve estar preparado(a) para evitar frustrações por parte do seu público – seja ele novo ou recorrente.

Crie iniciativas de impacto para te ajudar nesta missão. O “frete grátis”, por exemplo, vai com toda certeza, trazer mais interessados em aproveitar essa condição especial.

 

Devo inovar nas ideias para campanhas de Black Friday?

As melhores ideias são aquelas que atraem seu público e não te trazem prejuízo. Você pode criar estratégias envolvendo departamentos diferentes da sua loja, produtos específicos ou até mesmo o site inteiro com preços promocionais nos top 10 produtos, por exemplo.

Pode ainda, trabalhar com descontos agressivos nas categorias mais procuradas, promoções de “tiro curto” para gerar buzz e um grande volume de acessos, com aquele desconto especial valendo só por algumas horas, etc.

Se achar válido, você também pode considerar estender algumas promoções até a segunda-feira – surpreendendo seus clientes e os comunicando apenas no domingo a noite.

 

Considerações finais para a sua estratégia:

Trabalhe com as opções de forma estratégica, entendendo que não é necessário usar todas essas ideias combinadas para garantir o sucesso de suas campanhas.

Lembre-se de selecionar as estratégias que fazem sentido para o seu cliente, garantindo que você não saia perdendo – a menos que esteja literalmente queimando estoque.

Use o bom senso para promover aquilo que você já sabe que agrada o seu cliente atual. Trace seus objetivos no início das suas campanhas e deposite energia no período pré-campanha, para que o retorno aconteça de acordo com o esperado.

 

E aí? Vamos começar? Agora é a hora, pessoal!

 

Karina Julio
Head de Inbound / Outbound Strategy da Wisely

Karina

Karina

Experimente Grátis por 14 dias, sem custos.

Otimize a performance de suas campanhas online e comece a gerar mais vendas ainda hoje.